domingo, 22 de maio de 2011

Despedaçada...

 “Saudade, torrente de paixão,
emoção diferente,
Que aniquila a vida da gente;
uma dor que ou não sei de onde vem...
Deixaste meu coração vazio,
Deixaste a saudade,
Ao desprezares aquela amizade
Que nasceu ao chamar-te, "Meu bem"!
Nas cinzas, do meu sonho,
Um hino, então, componho,
sofrendo a desilusão
que me invade,
canção de amor...saudade.”
(Elano de Paula -Chocolate)

Idiota é assim que eu estou me sentindo agora... Hoje não vou medir palavras nem tentar escrever de forma agradável, jamais conseguiria... Porra eu acreditei, me entreguei, me joguei de corpo e alma nisto, e agora me ignoras... Puta merda!!! Nem uma palavra... Dói demais... Machuca muito... Se era pra ser, só o que foi, não precisava de tudo o que foi dito... Você queria, eu dava, tinha nada não, isso é o de menos... Você mexeu comigo, tocou fundo na minha alma e isso não se faz... Desprezo é isso que agora recebo de ti, como dói...  Como pude ter sido tão idiota, ingênua... É claro que seria assim é sempre assim!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário